terça-feira, 29 outubro, 2013

 

loureed1

 

Caminhamos até a ponte através da noite quente e úmida.  Ele tirou a carteira de cigarros do bolso da jaqueta preta de couro e um isqueiro do bolso da frente do jeans apertado. Olhei para o seu rosto duro através da chama do gás queimando e me senti confiante. Tudo nele estava perfeito. Tudo nele passava uma segurança incrível. Nada parecia estar fora do lugar. Aos poucos os olhos iam se ajustando e as sombras tomando a forma de pessoas, como se antes fossem pedaços da ponte ou apenas o vazio. A alguns metros, três ou quatro pessoas fumavam um cachimbo e a erva tinha um cheiro forte e doce. Ele fumou o cigarro inteiro e então amassou o filtro com o tênis branco de cano alto. Quando eu pensei que ele ia dizer alguma coisa, levantou a gola do casaco, colocou as mãos nos bolsos de trás da calça e se encostou meio torto na parede.  Perfeito, pensei. Comecei a suar frio na mão. Isso sempre acontece quando fico ansioso. Pedi um dos cigarros dele e ele me estendeu o maço e depois de um pequeno estalo o isqueiro produziu a sua luz bem na minha frente. Pensei em quantas vezes ele fez aquele mesmo gesto e quantas mais faria ao longo da sua vida. Imaginei o gesto envelhecendo, talvez perdendo um pouco do maneirismo, da velocidade certa, da precisão em que a chama fica da ponta do cigarro. Então em meio ao silêncio pensei na sua voz, nas coisas que ouvi dizendo, lento e preciso, sobre tudo que cerca e que prende e que solta em seu mundo. Senti um frio cortante subindo pelas minhas costas e girei sobre os calcanhares. Fiquei assim, com ele atrás de mim e na frente um emaranhado de luzes, umas vivas como o sangue sob a pele, outras inertes, frias, pálidas, que pareciam estar esperando, como nós dois nesse exato momento, que todas as aflições fossem empurradas goela abaixo.


é daqui a pouco…

sábado, 3 agosto, 2013

é daqui a pouco...


Saco de Ratos/Made in Brazil – Biblioteca São Paulo

terça-feira, 21 setembro, 2010

 

Kim Kehl, Mr. Bluesman Fábio Brum, Mário “Titânio man” Bortolotto, Rick Vecchione e Marcelo Watanabe/foto do facebook do Kim Kehl, não sei quem bateu/19/09/2010 – Biblioteca São Paulo

E rolou a Saco de Ratos Blues Band na Biblioteca São Paulo/Carandiru, na abertura pro Made in Brazil. Pagoto (baixista) não pode tocar, o que é uma pena, pois o cara além de puta blues bassman é muito gentil e gente boa. Lá fui eu – Brum me avisou enquanto eu estava na fila do frango assado, pro almoço de domingo. Pensei que eu não ia conseguir chegar a tempo, mas deu tudo certo, graças ao bom Deus pagão do Blues. Watanabe, um dos guitarristas da Saco de Ratos (o japa capoeirista e tomador de boazinha, pois é…), tem uma pastinha salvadora, com as canções dos caras – ele tocou com a Fábrica de Animais algumas vezes e também tem uma pastinha idêntica, com as canções da Fábrica, e é o único a saber os acordes que está tocando até hoje, hehehe -, que sempre me salva na hora “H”. Uns finais e umas frases sincadas sairam meio na trave, mas acho que não fodeu muito com o som dos caras – sorry, pois numa canção o viado do Wata me fala que tava tudo errado na pastinha e eu tava grudado nos acordes dali, hehehe. Noutras Mr. Bluesman Fábio Brum mandava ver e a gente se virava com o que vinha pela frente, mas com os caras sempre dando aquela viradinha no braço da guitarra na hora da passagem de acorde, ou seja, foram pra lá de gentis. Foi um imenso prazer estar ali, nos 43 anos de made in Brazil – muitos parabéns e que venham mais e mais anos  de rock’n’roll pela frente para esta grande banda de rock como não se encontra mais hoje em dia e grande obrigado ao Oswaldo Vecchione por emprestar o ampli de bass), no também aniversário do Mr. Bluesman Fábio Brum (Wata deu uma vela do santo Expedito, o santo das causas perdidas, pro Brum, mas não sei se vai adiantar muito não, hehehehe), com Mr. Bortolotto, Rick Vecchione (batera), Watanabe e uns malucos que eram convidados do Made, mas que o Brum chamou pra dar uma canja com a Saco de Ratos – só fera! E ainda contamos (a saco de Ratos, me escalei, hehehe) com a participação especial do tecladista do Made, que achou que ia ficar uma canção só e se fodeu, pois o Brum não deixou mais o cara sair e ele ficou lá, mandando uns solos pra lá de malucos, com um timbrão de hammond massa pra caralho. Foi uma bela festa. E eu que achava que ia ficar vendo o Faustão? Bom ter amigos nessas horas, hehehe. Grande Obrigado aos caras/amigos da Saco de Ratos.


E o Rock está se recuperando!

terça-feira, 14 setembro, 2010

 Boas notícias do ROCK!
Oi, tios e tias! Aqui é o Rock! No último fim de semana, eu finalmente fui fazer o raio X da mandíbula. E, olhem só, descobri que foi bom ter esperado: a minha fratura se consolidou sozinha, eu não vou mais precisar operar! Oba! Eu fiquei com uma pequena separação entre as mandíbulas, mas a doutora disse que isso não me compromete em nada! Ufa!
Porém, talvez eu perca o meu olhinho. É que, como ele não melhorava, as tias me levaram num oftalmologista, que disse que a minha córnea está perfurada, talvez por causa das agressões. O ideal seria extrair o meu olhinho, pois com a perfuração, o olho fica aberto, exposto a bactérias, e infecciona. Mas como eu ainda estou um pouco gripado, a doutora prefere esperar, para eu ficar forte e aguentar a anestesia. Então, por enquanto, eu vou continuar tomando remédio pra gripe, além de dois colírios novos pra tentar cicatrizar a córnea. No dia 22/09, a doutora fará uma nova avaliação do meu olhinho. Eu vou dando notícias, tá? Obrigado, tios e tias! A torcida de vocês faz toda a diferença para mim! Lambidinhas do Rock!


JR Ferreira&Rubens K – eternos amigos

sexta-feira, 27 agosto, 2010

92°

Jully et Joe – num bar ali no Batel

92°

Rubens K -Fuck You Baby – Mário Bortolotto


Maxixe Machine(CWB) no SESC Vila Mariana

quarta-feira, 25 agosto, 2010

Os curitibanos estarão aqui em sampa pra mostrar do que são capazes – e são muito capazes. Pra quem não conhece, imperdível. No MaxixeMachine estão reunidos os músicos mais feras (a nata da nata) e criativos da terrinha gelada, como os caras do BAAF, Opinião Pública e Acrilírico. Imperdível, reforço. Té o show!!

P.S. Na foto, o Myspace dos caras.

Serviço


Fábrica de Animais – espaço Parlapatões 17/7

terça-feira, 24 agosto, 2010

Torto trôpego e cambaleante by Danny Boy

Farra de cicatriz/Marcelo Montenegro by Danny Boy

Mr. Vajman by Danny Boy


%d blogueiros gostam disto: